A história da Coca Cola - Como surgiu a marca mais famosa do mundo - Marcas e Patentes BH
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363

A história da Coca Cola – Como surgiu a marca mais famosa do mundo

A história da Coca Cola

Em 8 de maio de 1886, o farmacêutico John S. Pemberton criou, visando melhorar problemas digestivos e dar energia, uma fórmula de xarope, que passou a ser comercializada na farmácia Jacob’s, em Atlanta, capital do estado americano de Geórgia. No primeiro ano de vendas, a bebida, chamada de Coca-Cola, nome idealizado pelo contabilista de Pemberton devido à estética e à sonoridade dos dois Cs, Frank Robinson, que também fez a caligrafia da logomarca à mão, teve seu primeiro anúncio de jornal no The Atlanta Journal com o slogan que é característico da bebida até os dias de hoje: ”Delicious! Refreshing! Exhilarating! Invigorating!”, em tradução livre, deliciosa, refrescante, empolgante e revigorante, e vendeu em média 9 copos por dia. Além do anúncio, que também descrevia a bebida como “a nova e popular bebida de soda” que “contém as propriedades da maravilhosa planta de coca e das famosas nozes de cola”, outras estratégias adotadas pelo criador do refrigerante foram a pintura à óleo da logomarca em toldos do comércio local seguidos do comando “beba” e, ainda, a distribuição de milhares de cupons para retirada de um copo de Coca-Cola grátis.

John Pemberton, então, se associou a Robinson, ao também farmacêutico Asa G. Candler e a seu irmão John S. Candler e dois anos depois, eles registraram a marca no Instituto Nacional de Propriedade Industrial dos EUA. Pemberton, entretanto, vendeu no mesmo ano suas últimas ações para o sócio colega de profissão, que, no ano seguinte, publicou no The Atlanta Journal que sua empresa de venda de medicamentos em atacado e varejo era a única proprietária da Coca-Cola. Em seguida, o novo sócio majoritário percebeu um potencial ainda maior no negócio dos refrigerantes, abandonou o dos medicamentos e, ao lado de seu irmão, de Frank Robinson e de mais dois novos sócios, registrou a The Coca-Cola Company como corporação do estado de Geórgia, com capital inicial de U$100.000,00. Assim como o idealizador do principal produto da marca, Candler também adotou estratégias para promovê-lo, tal qual a distribuição de diversos brindes com a logomarca, e administrou a companhia em direção a um crescimento tamanho que demandou a construção de uma nova sede projetada exclusivamente para a fabricação das bebidas e administração da empresa.
O produto parecia estar fazendo tanto sucesso no mercado que, em 1984 no Mississipi, Joseph A. Biedenharn instalou uma máquina de envase nos fundos de sua loja a fim de vender engradados de Coca-Cola para as fazendas e sítios à beira do principal rio do estado, tornando-se o primeiro engarrafador do produto, que passou a ser submetido por esse processo em larga escala em 1899 no Tenesee, quando Benjamin F. Thomas e Joseph B. Whitehead obtiveram o direito exclusivo de engarrafá-lo e vendê-lo em quase todo o território dos Estados Unidos. A primeira fábrica engarrafadora advinda dessa ampliação do processo foi inaugurada em Chattanooga ainda no mesmo ano e a segunda em Atlanta, onde tudo começou, no ano seguinte, tendo este número de 2 fábricas crescido mais de 500 vezes num período de 20 anos.
Além do sabor que nitidamente agradou muito ao público e das estratégias de divulgação, um ponto essencial para o estabelecimento da marca como se deu foi a construção de iconicidade do produto, o que é perceptível na embalagem icônica que é muito reconhecida como própria dele. A garrafa contour, como foi chamada, foi criada por meio de um concurso feito pela empresa para a criação de uma nova embalagem, cujo vencedor foi Alexander Samuelson, que se inspirou no fruto do cacau para a confecção do design. A popularização da Coca-Cola em âmbito mundial se deu também por causa do consumo intenso do produto, que tinha agora sua versão em lata, mais resistente e fácil de transportar, pelos soldados que lutaram na Segunda Guerra Mundial nos anos 40.

A história da Coca Cola – Popularização:

Ainda na mesma época, em 1941 foram divulgados os primeiros anúncios publicitários da bebida, mas só em 1945 a Coca-Cola foi registrada de fato como marca. Hoje, existem mais de 24 milhões de pontos de venda em 200 países ao redor do globo, vendendo 1900 milhões de unidades ao dia e criando mais de 71000 empregos, e a marca, além de ser considerada a mais famosa do mundo por consultoras como a Interbrand, comercializa mais de 500 marcas e 3500 produtos e carrega também o nome da segunda palavra mais reconhecida no mundo, com um grau avaliado em 94%, depois apenas do termo “ok”.