Como deixar de procrastinar no trabalho? - Marcas e Patentes/EvotekOne
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363
OLa
h555 Como deixar de procrastinar no trabalho
IT

Como deixar de procrastinar no trabalho

Procrastinação: Como deixar de procrastinar no trabalho

Você sabe o que é procrastinar e todas as conseqüências negativas que isso pode acarretar para a sua vida, principalmente no âmbito profissional? Segundo Josevan Oliveira, “procrastinar traz alívio imediato e fracasso em longo prazo”. Nesse artigo iremos falar mais sobre esse problema na vida de milhões de pessoas ao redor de todo o mundo.

Além disso, daremos dicas para aquelas pessoas que acham que a procrastinação está atrapalhando as suas vidas e, por esse motivo, precisam achar meios para melhorar o seu rendimento e não se distrair de maneira fácil. Leia todo o artigo e descubra como deixar de procrastinar no trabalho e outras informações interessantes acerca da produtividade no meio profissional.

O que é procrastinar?

Procrastinar não é uma palavra tão usada no nosso dia a dia, principalmente pelo fato de que sua fonética pode ser um pouco complicada demais para o cotidiano. No entanto, esta é uma coisa que atinge milhares de pessoas ao redor de todo o mundo e, em casos mais extremos, pode ser até o sinal de uma doença.

Por esse motivo, antes mesmo de falar sobre como parar de procrastinar no trabalho e em outras ambientes do nosso dia a dia, é importante que o leitor saiba o que significa esse termo e como ele pode prejudicar suas relações e a sua carreira.

De forma bastante básica e resumida, procrastinação é o adiamento ou o diferimento constante de uma ação. Em outras palavras, é o termo usado para aquelas situações onde você precisa fazer algo, como cumprir com tarefas do trabalho ou de outras coisas do dia a dia, mas não consegue, por conta de um bloqueio.

Muitas vezes, no senso comum, o significado de procrastinação é relacionado com o sentido de preguiça, onde o indivíduo não realiza uma ação pelo simples desejo de não fazer nada. No entanto, em alguns casos mais graves, procrastinar demais pode ser um indício de condições psicológicas ou até mesmo de condições físicas.

Consequências da procrastinação

Como já falado em outras oportunidades, a procrastinação pode trazer várias conseqüências negativas para a vida de uma pessoa, principalmente para o âmbito profissional. Primeiramente, o não cumprimento de tarefas obrigatórias no seu ambiente de trabalho, por exemplo, poderá acarretar em problemas com o chefe e até uma eventual demissão.

Além disso, mesmo que não chegue a esse ponto extremo, o ato de procrastinar sempre pode impedir a evolução da carreira de uma pessoa. Dessa forma, como o funcionário não consegue entregar os seus afazeres no prazo correto, é muito pouco provável que ele consiga cargos mais altos naquela empresa, mesmo que seja uma pessoa de muito talento e com várias boas idéias.

Mas não é só dessa maneira que a procrastinação pode influenciar negativamente na vida de um indivíduo. Além disso, esse ato também pode acarretar problemas em relacionamentos com amigos e até em relacionamentos amorosos. Muitas das vezes, quem possui esse hábito, não consegue cumprir com os seus horários e está propenso a dar muitos “bolos”, o que pode ser um problema e tanto.

O problema maior acontece no momento de se justificar para as outras pessoas que foram lesadas com a procrastinação – nesses exemplos, o chefe, os amigos, o companheiro (a). Isso se dá pelo fato de que, na grande maioria das vezes, a pessoa não consegue se justificar,  o que pode acarretar em sensação de culpa, vergonha em relação aos outros, além de um estresse constante.

Tipos de Procrastinação

A partir de tudo que foi falado até o momento nesse artigo, é bem provável que você, leitor, tenha criado uma imagem bem unificada do que é a procrastinação, a qual pode estar bem relacionada com o sentido de preguiça. No entanto, como já foi citado, a procrastinação vai bem além disso. Isso pode ser visto até pelo fato da dificuldade de definir esse ato de apenas uma maneira.

Por esse motivo, nesse tópico dividimos a procrastinação em vários tipos possíveis. Vamos lá.

– Procrastinação do perfeccionista:

Esse é um dos tipos mais comuns de procrastinação. Basicamente, é sempre feita por aquela pessoa que está sempre muito atenta nos detalhes e, por esse motivo, quase nunca consegue entregar os seus afazer no prazo pré estipulado. Dessa forma, esse indivíduo passa tanto tempo revisando cada coisa que compõe o seu projeto que não consegue faze-lo em tempo.

Também são comuns aquelas pessoas que ficam muito preocupadas com todos os detalhes de uma coisa e, por esse motivo, perdem muito tempo. A partir disso, quando o prazo vai chegando perto, termina a tarefa de qualquer maneira e acaba cometendo mais erros do que cometeria se tivesse feito em uma velocidade normal.

– Procrastinação do desmotivado:

Esse tipo de perfil adia os seus afazeres de forma constante, simplesmente pelo fato de não conseguir ver nenhum futuro naquilo que faz. Isso acontece de forma mais natural em pessoas que fazem cursos que não se interessam tanto, ou por aquelas pessoas que trabalham em empresas de segmentos que não tem nada ver com o perfil do indivíduo.

Trabalhos repetitivos, os quais não tem nenhum feedback dos chefes, também podem causar desmotivação no funcionários.

– Procrastinação do sobrecarregado:

Como o nome já diz, acontece com aquelas pessoas que, por terem muito que fazer, não sabem por onde começar e acabam não fazendo nada da maneira correta. Isso pode acontecer de duas maneiras: ou a pessoa, por tentar se afirmar no ambiente de trabalho ou em qualquer outra área, angaria para si muitas tarefas que não irá conseguir fazer; ou, por pedidos de um superior, a pessoa fica muito sobrecarregada.

É bastante comum que, nesses casos, os indivíduos não consigam fazer muitas coisas pelo fato de que estão preocupadas com outra, causando assim um bloqueio mental.

– Procrastinador feliz:

Esse tipo de perfil pode ir bem ao contrário do que já foi falado nesse texto. Muitas pessoas consideram que esse tipo de pessoa, na verdade, só quer adiar as suas tarefas o máximo e procuram uma justificativa para isso.

No entanto, consiste naquele tipo de indivíduo que considera que trabalha melhor quando está sob pressão e, por esse motivo, adia os seus afazeres ao máximo, até que tenha que fazer tudo da maneira mais rápida possível.

Dicas de como parar de procrastinar

Em todos os casos que citamos acima, procrastinar pode ser um problema na vida da pessoa. Mesmo no tópico do procrastinador feliz, uma vez ou outra pode acontecer do prazo ser muito curto e, por esse motivo, ele não conseguir terminar os seus afazeres, mesmo dizendo que consegue trabalhar melhor sob pressão.

É importante ressaltar que a procrastinação pode acontecer com qualquer um, em qualquer dia e em qualquer momento de sua vida. Dessa forma, não é apenas seguindo essas dicas uma vez que magicamente você se tornará uma pessoa produtiva em todas as áreas de sua vida.

Tudo que será citado nesse tópico é um processo longo, que deve durar toda a sua vida. É claro que, se for feito da maneira correta, se tornará fácil para você e você será mais produtivo sem perceber, mas se policiar é algo importante em qualquer quesito.

Falado isso, vamos ao que importa: começar as dicas de como parar de procastinar

  1. Organize o seu dia:

Como falamos anteriormente, muitas pessoas acabam procrastinando pelo fato de terem muita coisa para fazer e, por esse motivo, não sabem nem por onde começar a realiza-las, acabando por não fazer nada – ou fazer muito pouco. Isso é algo que pode acontecer com qualquer pessoa, e quase sempre é derivado de uma falta de organização.

Sendo assim, o mais indicado é que você organize como deve ser o seu dia. O nosso cérebro trabalha consideravelmente melhor se ele tiver uma rotina a seguir, pois não terá muito trabalho para lembrar o que fazer. Dessa forma, há vários aplicativos de rotinas que você pode escrever o que tem de fazer durante a semana e dividir as tarefas de forma que consiga terminar tudo em tempo.

Além disso, profissionais bem capacitados e com formação nessa área, como psicólogos ou Coachs, podem te ajudar nesse processo de montar uma rotina que ajudará no seu dia a dia.

  1. Seja honesto consigo mesmo:

Todas as pessoas querem melhores cargos, melhores remunerações e maior reconhecimento na empresa ou na área em que se atua. Por esse motivo, é comum encontrarmos funcionários que pegam mais tarefas do que conseguem fazer para tentar impressionar os seus superiores e serem vistos como um exemplo.

No entanto, é comum que essas pessoas não consigam entregas as suas tarefas no prazo e acabam causando o efeito contrário nos seus chefes. Dessa forma, é importante ser honesto consigo mesmo: saiba o que você consegue fazer e em quanto tempo você consegue fazer. Além disso, é bem provável que o seu superior prefira algo mais bem feito, mas que demande mais tempo, do que algo feito rapidamente mas que não serve para muita coisa.

  1. Remova as distrações:

Você trabalha como redator em uma empresa e precisa escrever um texto de X palavras até um prazo que já foi estipulado. Você ainda tem muito tempo para terminar o seu trabalho e, por esse motivo, parou um pouco, tomou um cafezinho, foi ao banheiro. Começou a escrever, mas recebeu uma mensagem de um amigo, mandando um vídeo engraçado. A partir daí, você vê um vídeo, vê outro e, quando menos espera, falta apenas poucos minutos para a entrega da sua tarefa.

Se identificou em algum momento? Pois bem, as distrações pode ser o pior pesadelo para as pessoas, principalmente para aquelas que já possuam a tendência em procrastinar. Dessa forma, o importante nesses momentos é tentar ao máximo remover as possíveis distrações. Se o seu problema é o celular e as redes sociais, desligue um pouco a sua internet, somente até entregar a sua atividade.

Nesse momento, muitos leitores podem indagar: “não precisa desligar a internet, é só não responder as mensagens”. No entanto, é bem provável que, no momento que aquela notificação chegar, ela pode se tornar irresistível. Desse modo, mesmo que o indivíduo não abra a mensagem, seu cérebro estará desconcentrado, pensando no que poderia ser.

  1. Trabalhe em um ambiente organizado:

É comprovado cientificamente que nosso cérebro trabalha de forma mais eficiente quando está em um ambiente confortável. Isso pode ser comprovado a partir do momento que, se estamos em casa, podemos produzir muito mais do que quando estamos em um lugar onde não conhecemos, simplesmente pelo fato de estarmos confortáveis naquele lugar.

Desse modo, trabalhe para que o seu corpo e a sua mente se sinta confortável naquele ambiente. Tenha uma cadeira confortável, coloque uma planta na sua mesa, ou até mesmo uma foto que você goste. Tudo é válido se a sua eficiência estiver em jogo!

  1. Dê recompensas para si mesmo:

Você já reparou como conseguimos trabalhar e entregar resultados melhores quando algum prêmio está em jogo? Pois bem, outra dica de como parar de procrastinar no trabalho consiste justamente em dar recompensas para si mesmo.

Isso pode ser feito da seguinte maneira: a cada 1 hora de trabalho consecutivo, você terá 10 minutos para responder todas as suas mensagens e entrar nas redes sociais para ver o que está acontecendo. Além disso, a cada 2 horas de trabalho, você poderá se distrair um pouco e jogar 10 minutos daquele game que está instalado no seu celular.

Sabemos que parece um pouco bobo, não é mesmo? Mas podemos garantir que dá certo para muitas pessoas!

 

Leave a comment