Ideias Inovadoras - Como acontece esse processo? - Patentes
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363
OLa
h555 Ideias Inovadoras
IT

Ideias Inovadoras – Como acontece esse processo?

Ideias Inovadoras – Ao contrário do que a maioria das pessoas acredita, inventar não é apenas o ato de ter uma ideia excelente, essa é, na verdade, a parte fácil! Há outras questões, como por exemplo, transformar uma ideia em um produto vendável para recuperar seus investimentos e o problema sempre presente de impedir que outras pessoas copiem e/ou lucrem com suas ideias.

Inventores sem Dinheiro – Ideias Inovadoras

A vida de um inventor tornou-se um desafio; muitos inventores morreram sem dinheiro e desapontados depois de terem lutado durante décadas com ideias que não conseguiram decolar. Outros, por outro lado, conseguiram desenvolver suas ideias e colocar seu produto no mercado, porém não patentearam e acabaram perdendo o direito sobre a invenção ou não souberam desenvolver uma estratégia efetiva de marketing. Por isso, é importante considerar várias questões ao inventar algo.

 

Invenção x Patente – Ideias Inovadoras

Isso parece uma pergunta trivial, mas vale a pena parar um momento para considerar o que a “invenção” realmente significa. O dicionário diz que um inventor é alguém que teve uma ideia pela primeira vez. Definições de dicionário como essas estão desatualizadas – e provavelmente sempre estiveram.

Tomemos como exemplo a patente de lâmpada elétrica em 1880. A patente original de Thomas Edison para a lâmpada elétrica, não foi a primeira luz elétrica, mas foi a primeira realmente prática e comercialmente bem sucedida. Desde a época de Thomas, a invenção tem sido tanto sobre fabricação e comercialização quanto sobre ter ideias excelentes.

Conhece a história do Rádio? – Ideias Inovadoras

Alguns dos inventores mais famosos da história não tiveram ideias originais e sim desenvolveram as já existentes, tornando-as surpreendentemente bem-sucedidas. O próprio Edison não inventou a luz elétrica, mas desenvolveu a primeira lâmpada elétrica comercialmente bem-sucedida e duradoura. Ao criar um enorme mercado para a lâmpada, ele criou uma demanda similar de eletricidade. Da mesma forma, o inventor italiano Guglielmo Marconi não pode ser realmente descrito como o inventor do rádio. Outras pessoas, incluindo o alemão Heinrich Hertz e o inglês Oliver Lodge, já demonstraram com sucesso a ciência por trás e enviaram as primeiras mensagens de rádio. O que Marconi fez foi transformar o rádio em uma tecnologia muito mais prática e vendê-lo para o mundo. Nos dias de hoje chamaríamos de empresário aquele que possui a determinação de transformar uma ótima ideia em um sucesso comercial.

Invenção do Aspirador de Pó – Ideias Inovadoras

Por exemplo, quando James Dyson lançou seu aspirador de pó sem saco, o desafio não foi inventar e sim conseguir convencer as pessoas de que o seu produto era melhor do que os aspiradores antiquados que elas já tinham. Por que eles deveriam gastar uma fortuna comprando uma nova máquina quando o que eles já tinham era perfeitamente satisfatório? As invenções bem-sucedidas deverão eliminar as existentes das nossas mentes (que muitas vezes acham difícil imaginar novas formas de fazer as coisas) e de sua posse no mercado (que eles podem ter dominado por anos ou décadas).

 

Necessidade x Inovação – Ideias Inovadoras

A necessidade é a mãe da invenção. Em outras palavras, as pessoas inventam coisas porque a sociedade tem problemas que precisam ser resolvidos e vidas que precisam ser facilitadas. No entanto, especialmente na era moderna, as razões pelas quais as invenções aparecem, muitas vezes têm pouco a ver com a necessidade e muito a ver com a comodidade. Atualmente a maioria das necessidades reais que temos estão satisfeitas por tecnologias já existentes, por isso, é necessário focar em produtos que ofereçam comodidade e facilitem a vida das pessoas.

Para a sorte dos inventores e das empresas, há um consumismo exagerado e as pessoas não têm tempo para nada, então, por mais que as necessidades reais já estejam sendo atendidas, é relativamente fácil convencer a população de que ela precisa de determinado produto.

 

Avanços Tecnológicos – Ideias Inovadoras

Algumas invenções aparecem devido aos avanços científicos. Por exemplo, a partir da descoberta da Estrutura de Dupla Hélice do DNA e como o DNA funciona revolucionou a ciência. As impressões digitais do DNA (o processo pelo qual os detetives coletam amostras humanas em cenas de crime e as usam para identificar criminosos) só tornaram-se possíveis após o meio do século XX, quando os cientistas entenderam o que o DNA era e como funcionava: a descoberta científica possibilitou a nova tecnologia forense. O mesmo acontece com muitas outras invenções. O desenvolvimento tecnológico da rádio de Marconi seguiu diretamente do trabalho científico realizado por Lodge, Hertz, James Clerk Maxwell, Michael Faraday e vários outros cientistas que exploraram os mistérios da eletricidade e do magnetismo durante o século XIX.

 

Tentativa X Erro – Ideias Inovadoras

Seria incorreto sugerir que as invenções (tecnologias práticas) seguem as descobertas científicas (muitas vezes teorias abstratas e impraticáveis). Muitos dos maiores inventores do mundo não possuíam nenhum treinamento científico e aperfeiçoaram suas ideias por meio de tentativas e erros. As razões científicas pelas quais suas invenções conseguiram ou falharam só foram descobertas muito depois. Os motores (que são máquinas que queimam combustível para liberar energia térmica que podem fazer algo se mover) são um bom exemplo disso. Os primeiros motores alimentados por vapor, foram desenvolvidos inteiramente na base da tentativa e do erro no século XVIII, por pessoas como Thomas Newcomen e James Watt. As teorias científicas de como esses mecanismos funcionaram e como eles poderiam ser melhorados, só foi descoberta cerca de um século depois pelo francês Nicolas Sadi Carnot. Thomas Edison, um dos inventores mais prolíficos de todos os tempos, disse ao mundo que “o gênio é 1% de inspiração e 99% de transpiração”; ele tinha pouco ou nenhum treinamento científico e devia grande parte de seu sucesso à persistência e determinação (quando ele veio desenvolver sua luz elétrica, ele testou no mínimo 6000 materiais diferentes para encontrar o filamento perfeito).

Invenção X Evolução – Ideias Inovadoras

Algumas invenções nunca são realmente inventadas ou não têm um inventor único. Se pesquisarmos a história não encontraremos uma única pessoa que possa ser creditada indiscutivelmente como o único inventor de alguns objetos. Isso é porque os computadores são invenções que evoluíram ao longo do tempo. As calculadoras mecânicas baseadas em alavancas e engrenagens deram lugar a calculadoras eletrônicas nas primeiras décadas do século XX. Agora, muitos de nós possuímos celulares que funcionam como computadores de bolso, mas não há uma única pessoa que possamos agradecer por isso. Os carros evoluíram da mesma forma. Você poderia agradecer Henry Ford por torná-los populares e acessíveis, Karl Benz por colocar motores a gasolina, ou Nikolaus Otto por ter inventado os motores modernos, mas a ideia de veículos rodando sobre rodas é de milhares de anos atrás, e seu inventor original (ou inventores) desapareceu há muito tempo. No universo de patentes, chamamos de Modelos de Utilidade as patentes provenientes de produtos já inventados anteriormente e que tornaram-se patentes por meio das inovações que foram agregadas.

 

 Invenções Acidentais – Ideias Inovadoras

Algumas invenções acontecem por pura sorte. Por exemplo, quando o inventor suíço George De Mestral estava caminhando pelo campo, ele notou como as rebarbas das plantas ficavam presas às roupas e eram difíceis de afastar, isso deu-lhe a brilhante ideia do acabamento de roupa de duas partes, que foi chamada de velcro. Outro inventor que teve sorte foi Percy Spencer, ele estava experimentando um dispositivo chamado magnetron, que transforma a eletricidade em radiação de microondas para detectores de radar (usado para busca de direção em navios e aviões), quando percebeu que uma barra de chocolate no bolso tinha começado a derreter. Ele percebeu que a radiação das microondas estava gerando calor que cozinhava (e derretendo) a comida – e isso lhe deu a ideia para o forno microondas.

 

Invenções Vantajosas – Ideias Inovadoras

Muitas das maiores corporações mais conhecidas do mundo foram construídas na base de uma única grande invenção.  A Sony, por exemplo, fez seu nome vendendo rádios baratos e de alta qualidade feitos com pequenos transistores; a Goodyear deve seu nome (e seu principal produto) a Charles Goodyear, inventor da borracha “vulcanizada” durável e moderna; A AT&T pode rastrear suas raízes de volta ao telefone patenteado por Alexander Graham Bell em 1876. No entanto, uma empresa moderna não pode sobreviver e prosperar apenas com uma ótima ideia. É por isso que tantas empresas investem em  grandes laboratórios de Pesquisa e Desenvolvimento (P & D), onde cientistas e engenheiros estão constantemente tentando encontrar melhores ideias do que aqueles em que seu sucesso original foi fundado. As empresas que ficam presas em sua zona de conforto ficarão fora do mercado e serão superadas por seus concorrentes criativos.

 

Patente Nacional x Patente Internacional

A imitação pode ser a forma mais sincera de lisonjear, mas se você passar anos desenvolvendo uma grande invenção e investir todas as suas economias de vida para fabricá-la, é improvável que você se sinta lisonjeado se alguém tentar copiá-lo e ganhar dinheiro com isso. É por isso que ao redor do mundo foram criados os processos de patentes. Uma patente é um documento legal que apresenta detalhadamente como funciona uma invenção, o que a torna original e delimita quem possui os direitos sobre ela. A sociedade avança por meio do desenvolvimento de grandes ideias e as patentes possibilitam aos inventores lucrar com suas criações. Nesse ponto, a sociedade como um todo se beneficia. Para elaborar uma patente torna-se necessário contar com uma empresa especializada que poderá prestar-lhe uma consultoria técnica para tal, tendo em vista as normas exigidas pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial. A Lancaster Marcas e Patentes realiza, além da Busca de Anterioridade, o Registro de Patentes em todo o território nacional e o Registro Internacional que abrange 145 países ao redor do mundo. www.lancasterpatentes.com.br

Leave a comment