O que é branding - Marcas e Patentes BH
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363
branding

O que é branding

Branding – O conceito de marca ou a construção da marca é uma questão fundamental em marketing, pois permite a identificar e trabalhar sobre os elementos que são essenciais para transmitir uma imagem desejada com uma audiência.

Dado que uma marca, em vez de um logotipo ou qualquer elemento que ajuda a distinguir um produto ou serviço, é essencialmente um imaginário de que as pessoas são construídas em relação a cada ponto de contato, é necessário que cada elemento comunique efetivamente os valores e a personalidade que o define. A marca serve vários propósitos como tornando a marca reconhecível contra os concorrentes e ser lembrado da maneira esperada (isto é, posicionado).

A marca requer planejamento

Quando falamos de branding, falamos de percepção. No entanto, a menos que uma marca de planejar cuidadosamente cada um dos itens ou pontos de contato que entram em jogo com o cliente, a imagem transmitida pode ser difusa e pouco clara. Para evitar erros de interpretação que as pessoas fazem com o que ele procura para transmitir, que é necessário para controlar e gerenciar cada um desses elementos.

Ao alinhar coerentemente cada um dos pontos de contato com os valores e personalidade da marca, o branding permite a construção de um posicionamento sólido na mente das pessoas e faz com que seja percebido da maneira pretendida. A imagem da marca é a soma de cada uma das experiências que as pessoas têm com cada um desses elementos ou pontos de contato.

Tudo constrói uma marca

Mesmo os menores detalhes entram em jogo quando se trata de branding. Portanto, sabendo que até mesmo os detalhes mais mínimas e sutis podem influenciar a percepção do cliente e como isso parece marca, você precisa para trabalha-los na íntegra, juntamente com os mais proeminente, a fim de manter a consistência do mais básico (tais como produto ou serviço) para qualquer outro item que você enviar uma mensagem explícita ou tacitamente (uniformes dos funcionários ou sabores POS), refletem a personalidade e os valores da marca.

Aspectos a ter em conta

Dado que construir uma marca implica ser muito claro sobre o mercado para o qual ela será direcionada, não é apenas muito importante ter um bom conhecimento do público-alvo, mas também considerar alguns aspectos que não são tão evidentes na psicologia do consumidor que não podem ser ignorados. Coisas que às vezes parecem não ter importância o suficiente como o design de uma identidade corporativa profissional e o nome escolhido para a marca, efetivamente têm um peso importante em um nível comunicativo e até emocional, especialmente em face daquele mercado que é procurado para cativar.

Assim, por exemplo, em relação à identidade corporativa, alguns aspectos, como cores e fontes usadas por uma marca, têm uma ciência e uma lógica por trás disso, dependendo de coisas como o tipo de indústria em que ela vai se aventurar., devo usar alguns tons e fontes em vez de outros.

Da mesma forma, no que diz respeito ao nome escolhido para a marca, deve ser levado em conta, além de ser breve e fácil de lembrar, ter associações positivas para o público-alvo e fazer com que evoque coisas positivas.

Branding: A marca, um processo que nunca termina

O processo de construção de uma marca não tem fim. Começa a partir do momento em que um nome para a marca é escolhido, o desenho da imagem corporativa é feito e analisado e planejar estrategicamente cada um dos pontos de contato envolvidos no relacionamento com o cliente em todo o processo. No entanto, enfrenta seus maiores desafios nos estágios posteriores, quando a marca deve manter uma coerência em cada uma de suas ações para alcançar o posicionamento desejado. Uma vez alcançado, o desafio é mantê-lo e reforçá-lo, associando-o a diferentes elementos que ajudam a reforçar sua imagem e valores para o mercado.

Etapas do Branding

Criar uma marca do zero não é uma tarefa fácil. É necessário ser muito claro sobre certos aspectos que serão decisivos para o seu desenvolvimento e rentabilidade. Quais são esses elementos?

  1. O nome

Deve ser fácil de lembrar e pronunciar, com caráter, que identifique o produto e forneça uma ideia do que você deseja transmitir. É um passo importante, pois é com o que o consumidor vai ficar. Uma vez liberado para o mercado, não há possibilidade de mudança.

  1. Identidade Corporativa

A definição da marca. Refere-se ao que é apresentado ao público-alvo e à forma como é feito. É o que vai dar mais valor à marca e o que vai diferenciá-la dos outros.

  1. Posicionamento no mercado

A marca precisa ser colocada dentro do setor, fortalecer seu valor e se destacar contra a concorrência. Isso será viável se conseguirmos que a marca alcance o consumidor e o consumidor se sinta identificado com ele, ou seja, que a experiência do cliente com o produto é positiva e satisfatória.

  1. Arquitetura de marca

O design gráfico assume especial relevância na criação de uma marca, pois é a ferramenta que possibilita a criação do logotipo, sua tipografia, cor, etc., o que influencia diretamente tanto a identidade corporativa quanto o posicionamento. Existem milhares de fontes que, combinadas com cores e formas, podem dar uma imagem ou outra. É necessário, portanto, ser muito claro sobre o objetivo em mente e associá-lo a uma imagem que é transmitida ao consumidor.

Se a marca for eficaz, a publicidade da marca será muito mais fácil e sua relevância nas mídias sociais será mais perceptível. Não vamos esquecer que na era da Web 2.0, as marcas devem levar em conta a importância de criar uma comunidade de usuários que interajam com ela.

Por fim, não devemos associar os termos marca e marca apenas ao setor mais puramente comercial, já que também podemos transferi-lo para promoção pessoal. Persona branding envolve trabalhar em sua própria imagem na Internet e convertê-lo em uma marca através de uma página da Web e trabalhar em redes sociais. Ultimamente está se tornando a ferramenta de muitos profissionais que querem se posicionar no mercado, dando resultados muito bons se feitos de forma consistente e eficaz.

O registro de marca e o branding

De nada adianta todo o processo de branding, criação, consolidação e publicidade de uma marca se o seu proprietário não tiver a segurança da exclusividade de sua utilização.

A única maneira de se ter a tranquilidade do uso exclusivo da marca e a proteger contra plágios e utilizações indevidas é realizando o registro da marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, o INPI. Isso torna a marca única em todo o país e permite que o processo de branding seja feito de maneira mais segura e eficiente.

Artigos relacionados a registro de marca:

A seguir os melhores artigos sobre Marcas e Patentes.

 

Leave a comment