Como ser um empreendedor - Marcas e Patentes BH
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363
IT

Como ser um empreendedor

Abrir um negócio e conseguir ter sucesso não é uma tarefa fácil. O mundo do empreendedorismo é muito concorrido, fazendo com que seja difícil despontar como uma das referências em qualquer que seja o seu mercado de atuação. No entanto, cada vez mais as pessoas decidem sair do seu emprego e tentar seguir os seus sonhos.

Ser o seu próprio chefe, ter um bom retorno financeiro e prestígio social. Esses são apenas alguns dos efeitos positivos que o seu negócio pode te render. Contudo, em uma pesquisa divulgada no ano de 2016 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a cada dez empresas que se abrem no Brasil, seis fecham antes mesmo de completar cinco anos.

Sendo assim, é possível observar que, apesar da vontade de ter sucesso no empreendedorismo ser grandes, muitas pessoas erram e acabam por não chegar nos objetivos iniciais. Por esse motivo, nesse artigo iremos falar mais sobre esse assunto e tentar responder a pergunta: Como ser um empreendedor?

Leia todo o texto e descubra informações e dicas interessantes sobre todo o mundo do empreendedorismo!

 

O que é um empreendedor?

Antes de falar como ser um empreendedor, é necessário que o leitor entenda, de fato, o que é um empreendedor!

A resposta óbvia para essa pergunta é muito fácil, tendo em vista que um empreendedor, de forma mais simplista, é aquela pessoa que abre um negócio próprio e se torna o seu próprio chefe, qualquer que seja o mercado de atuação. No entanto, ser um empreendedor de verdade exige muito mais do que apenas abrir uma empresa.

Um empreendedor é aquela pessoa que cria algo novo e oferece a sua novidade para os seus clientes. Esse indivíduo tem uma visão de mundo diferenciada, conseguindo enxergar quais são as necessidades de seus potenciais consumidores, além de ser capaz de trazer soluções simples e inteligentes para qualquer problema que possa surgir.

Ademais, é aquela pessoa que realmente faz as coisas e se arrisca, não ficando apenas em sua zona de conforto. Em outras palavras, o empreendedor não apenas começa um negócio e se contenta com o seu espaço no mercado, mas sim tenta a todo o momento crescer e se tornar algo maior e melhor.

A partir de tudo isso, é possível concluir que ser um empreendedor é muito mais do que o ato de abrir um negócio. Na verdade, o que caracteriza de fato é a visão diferenciada de mundo, a vontade de crescer e de realmente executar as suas ideias.

 

Como passar de funcionário para empreendedor?

Um dos grandes momentos para a vida de qualquer pessoa que está começando – ou, na verdade, deseja começar – a empreender é largar a vida de funcionário e realmente investir o seu tempo e vontade no seu negócio. Assumimos que isso não é uma tarefa fácil, tendo em vista que faz-se necessário deixar um emprego estável para trás e investir em algo que não se sabe ao certo qual é o futuro. Em outras palavras, é trocar o certo pelo duvidoso.

Mas, afinal, o que fazer para tomar a decisão correta? 

A fim de não se arrepender depois, o que você precisa fazer é evitar que abrir a sua empresa seja algo duvidoso. Para isso, você deve seguir alguns passos essenciais, os quais falaremos em seguida:

– Ache o que você goste – e saiba – fazer:

Antes de qualquer coisa é necessário que você se decida pelo que vai fazer. Muitas pessoas querem ter um negócio próprio, mas não fazem a menor ideia do que podem e do sabem executar. Por esse motivo, é preciso pensar muitos antes de tomar essa decisão.

O mais indicado é que encontre algo que saberá executar e que, ao mesmo momento, seja uma paixão para você. Nem sempre isso é possível, mas é necessário tentar ao máximo unir o útil ao agradável.

– Pense nos seus clientes:

Ainda no mesmo segmento que o tópico anterior, é necessário pensar nos seus clientes antes mesmo que eles existam. Isso significa que antes de abrir o seu negócio você precisa pensar no que as pessoas querem, no que vai chamar a atenção delas.

Sendo assim, além de ser algo em que você é bom, a sua empresa precisará ofertar um serviço que os potenciais consumidores realmente vão se interessar.

– Faça uma pesquisa de mercado:

Agora que você já sabe o que irá fazer, isto é, qual será o mercado de atuação para a sua empresa, é necessário constatar se a sua ideia é realmente viável. Acontece que muitas vezes pensamos em algo que realmente seria proveitoso, mas é praticamente impossível de executar.

Por esse motivo, consultar especialistas ou mesmo falar com integrantes do seu público alvo são boas estratégias. O objetivo nessa etapa é verificar se tem um espaço no mercado para o seu negócio. Profissionais da área do marketing podem simular as expectativas para a sua empresa antes mesmo dela existir.

– Crie um plano de negócios e plano de marketing:

Se você chegou nesse ponto é porque já sabe o que vender e para quem vender. Desse modo, agora é necessário saber como vender. Sendo assim, ainda com a ajuda de um profissional na área do marketing, trace um plano para as suas vendas, afinal é disso que a sua empresa irá viver.

Suas vendas serão concentradas no presencial? Você terá uma loja online? Qual será a sua margem de lucro?

Além disso, nesse momento é preciso estabelecer como você irá divulgar a sua empresa. Você está começando agora, portanto é bem provável que existam outros negócios no mesmo segmento que o seu, onde estão os seus potenciais consumidores. Sendo assim, é preciso mostrar para o seu público alvo que a sua empresa existe e, muito mais do que isso, é a melhor opção dentre as existentes.

Muitas pessoas não dão a devida importância para o marketing, mas essa é uma das etapas mais importantes para o estabelecimento de uma empresa. Isso se dá pelo fato de que de nada adianta ter um ótimo atendimento, bons preços e condições, além de vários diferenciais, se as pessoas não sabem da sua existência, não é mesmo?

– Tenha investimento:

Esse é um ponto crucial para saber se você vai abrir ou não a sua empresa. Ao fazer todas as previsões, saber qual é o seu segmento e pesquisar o mercado a partir do seu público alvo, você já deverá saber qual é o investimento que fará com que a sua empresa vá para frente.

É importante ressaltar que não se deve olhar apenas o investimento inicial, mas sim para o capital de giro. Este, por sua vez, pode ser entendido como o dinheiro necessário para manter a empresa funcionando antes que ela comece a dar lucro.

– Tenha uma equipe:

Como falado anteriormente, nem sempre a melhor opção é já sair do seu emprego assim que a sua empresa for aberta. Se você perceber que é possível esperar um pouco, tenha alguns colaboradores que poderão ajudar o negócio a funcionar sem que você dedique para ela o tempo integral.

É muito importante contar com pessoas de confiança nesse momento, que você sabe que também estão focados no crescimento daquele negócio.

– Saia do seu emprego:

Agora que as coisas já começaram a dar certo, saia da sua empresa. Nem sempre isso é algo fácil, pois você já está acostumado com aquele tipo de rotina. No entanto, se dedicar em tempo integral para o seu negócio é altamente essencial para que ele realmente cresça.

Portanto, se perceber que as coisas estão começando a realmente funcionar na empresa, não hesite!

 

Como ser um empreendedor?

Depois de todas essas etapas você já sabe o que precisa fazer para passar de funcionário para um empreendedor reduzindo bastante a margem de erro. No entanto, ainda não chegamos no real foco desse artigo, que consiste no que é preciso para ser, de fato, um empreendedor.

Para ter sucesso no mundo do empreendedorismo é preciso ter algumas características e atitudes essenciais, as quais te favorecerão bastante nessa área.

– Seja um exemplo:

Ao ser um empreendedor você automaticamente será o chefe de algumas pessoas na empresa, mesmo que o seu negócio seja pequeno. Dessa forma, faz-se necessário que você sirva de exemplo para como quer que os seus colaboradores se comportem.

Alguns pontos que você deve sempre se importar é chegar certo no horário, preferencialmente antes dos seus funcionários, ter sempre foco e transparecer que está trabalhando para o crescimento da empresa, ter um bom relacionamento com as pessoas, buscando nunca preterir uma em detrimento de outras, dentre vários outros bons hábitos.

– Saiba separar o seu tempo:

É comum encontrarmos pessoas que pensam na vida do empreendedor como algo bastante cansativo, onde só se vive para o trabalho. Em partes essa conclusão não está errada, tendo em vista que é necessário muito esforço e trabalho para fazer com que o seu negócio dê certo.

No entanto, um bom empreendedor tem de saber dividir o seu tempo entre o negócio e outras coisas boas da vida. Dessa forma, se você gosta de esportes, reserva um tempo em sua semana para se inteirar dos assuntos e assistir a um jogo. Se for cinema, no entanto, vá ver um filme sempre que possível.

Esse equilíbrio é altamente necessário para conseguir transparecer a felicidade e alegria no ambiente de trabalho, o que trará benefícios para o seu negócio e para os seus funcionários.

– Mantenha-se sempre atualizado:

Para começar um negócio, em qualquer que seja o ramo de atuação, é necessário saber sobre o ramo, conhecer os seus concorrentes, as vontades do seu público alvo, dentre vários outros pontos. No entanto, não é porque você já possui um conhecimento anterior que você não irá continuar estudando!

Um empreendedor de qualidade tenta ao máximo se inteirar sobre as novidades do mercado, saber as novas tendências para o seu público alvo, conhecer cada vez mais os seus concorrentes e investir sempre no que há de novo e promissor para o seu negócio.

– Busque ajuda profissional:

É essencial para o sucesso de qualquer empresa e qualquer negócio que o empresário saiba que não é o dono da verdade e, portanto, toda ajuda é bem vinda para a condução da sua empresa.

Além disso, gerir um grupo de pessoas e saber formar uma equipe motivada pode não ser a coisa mais fácil do mundo. Por esse motivo, buscar uma ajuda profissional nos quesitos que perceber deficiência é essencial em todos os negócios.

– Saiba ouvir os seus funcionários e os seus clientes:

É imprescindível para qualquer bom empreendedor saber ouvir os seus funcionários e os seus clientes. No primeiro caso, são os seus colaboradores que te fazem crescer e ajudam a empresa a se tornar uma referência no mercado. No segundo, o que realmente mantém o negócio são os clientes e, dessa forma, ouvir as suas necessidades torna-se essencial.

– Preocupe com a sua imagem: faça o registro de marca:

Todo empreendedor que preocupa com a sua empresa tem o objetivo de passar uma ótima imagem para o seu público alvo. Sendo assim, um passo essencial para o fortalecimento da sua marca é fazer o registro!

O Registro de Marca é um processo feito junto ao Instituto de Propriedade Industrial – ou INPI – e este vista proteger os elementos que identificam uma empresa contra plágios. Dessa forma, ter o registro de sua marca significa assegurar apenas a existência do seu negócio com esses elementos em todo o território nacional.

Se você deseja saber mais sobre o processo de registro de marca, clique aqui! O mais indicado nesses casos é contar com a ajuda de uma empresa especializada e, se o assunto é registro de marca, com certeza a melhor opção é a Lancaster Marcas & Patentes. A empresa possui mais de 60 anos de atuação, sendo a pioneira nesse ramo em Minas Gerais. Nas suas mais de seis décadas, a Lancaster adquiriu a confiança dos seus clientes e a garantia de um serviço de qualidade. Ligue já e consulte preços e condições!

Leave a comment