Marketing Médico – Marcas e Patentes BH
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363
IT

Marketing Médico

Marketing Médico – O segmento do marketing e da promoção de produtos e serviços está intimamente ligado aos meios de comunicação existentes e os mais eficientes de uma época. Não existe meio de comunicação popular que não tenha sido usado como ferramenta para promover um produto.

Anúncios em jornais, spots comerciais no rádio, propagandas de televisão… tudo isso tem um grande alcance e potencial, mas, no mundo contemporâneo, não há meio de comunicação mais abrangente e com uma capacidade de comunicação dirigida mais eficiente do que a internet.

É por isso que um dos mercados que mais cresce dentro da comunicação é o de marketing digital. Esse segmento comunicacional busca compreender as ferramentas oferecidas por diversos mecanismos dentro da internet e utilizá-los da forma mais eficaz possível para fazer sua informação chegar ao público desejado.

O marketing digital é útil para impulsionar anúncios de qualquer forma de produto e serviço, mas existem especificidades de cada situação que devem ser respeitadas. Por exemplo, fazer anúncios de uma marca de roupas é bem diferente de fazer um anúncio de um medicamento. Questões éticas e de saúde estão envolvidas no processo, por isso existem leis e regras que regem a publicização dos serviços.

É o que acontece na área médica. Embora tenha muitas características específicas, a atividade médica pode ser enquadrada como uma forma de prestação de serviços e por isso pode ser bastante impulsionada através do marketing digital.

Ainda assim, como se trata de uma atividade profissional com limitações éticas bem rígidas, o marketing médico precisa ser realizado respeitando esses limites.

– O marketing médico e a ética médica

A bioética tenta definir a atividade médica e qualquer outra atividade relacionada necessária para manter a função de uma instituição de saúde, através do desenvolvimento de princípios e valores morais. A bioética é bastante ampla e tem um fundo que combina várias disciplinas, como medicina, filosofia, direito, sociologia e teologia. Publicidade e promoção fazem parte da estratégia que visa desenvolver e manter relacionamentos com o público-alvo (pacientes).

Para regular esta atividade, foi necessário desenvolver regras éticas de marketing de saúde. O conteúdo das mensagens promocionais deve ser verdadeiro e não deve criar expectativas injustificadas. O médico ou a unidade de saúde deve ser capaz de fornecer os serviços reivindicados no anúncio. Do ponto de vista ético, a comunicação de marketing deve ser mais consistente com a realidade, mesmo que seu propósito seja lançar luz sobre questões mais atraentes. Neste contexto, as categorias e grupos vulneráveis ​​a determinados conteúdos da mensagem publicitária devem ser mencionados.

Um paciente com um sofrimento sério será facilmente influenciado e tenderá a confiar facilmente em qualquer promessa, com o desejo de curar. Eticamente, as informações apresentadas não devem alterar a realidade e não devem dar falsas esperanças aos pacientes.

O princípio da veracidade das informações é só o primeiro ponto no que se refere a relação entre a ética médica e o marketing. Questões mais densas como a acessibilidade aos processos e a importância do contato entre médico e paciente também devem ser levadas em consideração.

Um serviço digital que promove informações sobre saúde com a chancela de um profissional capacitado para tal nunca deve substituir o contato entre médico e paciente e a necessidade de exames mais detalhados para se chegar a um diagnóstico. A difusão de informações sobre saúde é essencial, mas deve ser feita de maneira consciente e responsável.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é que, embora seja uma forma de prestar serviços, os atendimentos médicos não podem ser enquadrados em uma lógica pura de disputa de mercado. A área médica precisa ser focada na saúde como ponto principal e não pode absorver estratégias de posicionamento de mercado como redução de custos e recursos para angariar mais clientes.

Os responsáveis ​​pelo marketing no campo da saúde devem ter em mente o código de ética da profissão médica, devem manter uma comunicação de marketing honesta, que não crie expectativas imprecisas, não deve denegrir outros colegas e deve usar uma mensagem cujo conteúdo deve respeitar dignidade da profissão.

 Estratégias de Marketing Médico

No mundo contemporâneo, o marketing e a mídia tornaram-se uma parte essencial do crescimento organizacional – até mesmo para práticas médicas. A verdade é que mais e mais pessoas fizeram a transição para buscar informações na web, incluindo informações sobre saúde.

Confira algumas das principais estratégias para se realizar um marketing médico eficiente e responsável.

 Não se atenha somente aos meios digitais

Sim, a tendência da comunicação é migrar cada vez mais para o digital e é possível que em algumas décadas todas as formas de conteúdo estejam disponíveis apenas nas telas de computadores, SmartTVs, tablets, SmartPhones e afins.

Mas não deve se esquecer que até chegarmos a esse ponto as mídias offline ainda desempenham um papel importante no que se refere a alcance de público. Isso quer dizer que uma boa estratégia de marketing médico não deve virar as costas completamente para os meios de comunicação tradicionais. Um anúncio no jornal, televisão e rádio ainda tem seu valor!

– Tenha um site responsivo e de fácil navegação

Hoje, mais do que nunca, pacientes em potencial estão pesquisando na web médicos locais e serviços de saúde. Melhorar a experiência de seus pacientes em seu site aumentará significativamente a retenção e a retenção de pacientes. O design do seu site deve ter recursos personalizados, velocidade de página rápida, compatibilidade com dispositivos móveis e interatividade.

A maioria das pesquisas é feita por meio de dispositivos móveis ou tablets, portanto, é essencial ter um design de website médico totalmente responsivo. Verifique se o design do seu site inclui imagens flexíveis e estruturas de sites. O site de práticas deve ser construído para todas as plataformas, para que você capture o número máximo de visitantes do site e não apenas limitado a pesquisas na área de trabalho.

A velocidade de abertura de todos os conteúdos do site também é um aspecto muito importante, pois alguns segundos podem ser o que define se uma pessoa mantém ou suspende sua navegação em uma página.

É importante ter as seções bem divididas, com ênfase em ferramentas de busca dentro dos conteúdos presentes no site, nos serviços oferecidos e também nas opções de contato (que devem ser múltiplas e com tempo baixo de resposta).

– Invista em e-mail marketing

Fique na frente de seus pacientes e visitantes do site com e-mail marketing! E-mail como parte de sua estratégia de marketing médico é uma ótima maneira de redirecionar os pacientes ou chegar a novos pacientes que manifestaram interesse em um determinado procedimento ou tratamento.

Utilize o e-mail marketing para criar pontos de contato com os visitantes do seu site de prática e compartilhar novas promoções, promoções, postagens do blog e as últimas notícias práticas. Aumente sua lista de e-mails de pacientes incentivando os visitantes do site a se inscreverem em um boletim informativo.

Um boletim informativo ajudará você a compartilhar conteúdo mensal sobre sua prática médica e manterá sua prática em mente para os pacientes.

– Invista em conteúdo em vídeo

Depoimentos em vídeo ou mesmo informações passadas pelo profissional são mídias com bastante apelo comercial. O marketing de vídeo ajuda os médicos e as práticas médicas a alcançar pacientes em potencial e facilmente se popularizarem. O vídeo agora recebe taxas de engajamento substancialmente mais altas do que qualquer outro tipo de conteúdo, incluindo imagens e postagens do blog.

O marketing de vídeo está rapidamente se tornando um dos principais sinais de classificação de pesquisa para o marketing médico. Construir uma estratégia de marketing de vídeo irá ajudá-lo, como o médico ou qualquer outro profissional de saúde a promover suas práticas, falar especificamente sobre condições médicas e sua abordagem de tratamento e criar uma relação de saber e confiar com potenciais pacientes antes que eles entrem pela porta.

Você sabia que o YouTube é maior mecanismo de busca atrás do Google. Significando que as pessoas estão se voltando para plataformas de vídeo para aprender mais sobre práticas.

– Desenvolva uma estratégia de marketing de conteúdo

Medical SEO depende de uma sólida estratégia de marketing de conteúdo para o seu site médico. O marketing de conteúdo aumenta o tráfego geral do website, aumenta a pesquisa orgânica, melhora o reconhecimento da marca e muito mais.

SEO é a sigla em inglês para search engine optmization, que em uma tradução livre seria algo como “optimização dos motores de busca”. Trata-se de um conjunto de técnicas que busca, ao compreender o funcionamento dos mecanismos de busca na internet, conseguir os melhores resultados em relação ao alcance do conteúdo.

Um ótimo exemplo de uma estratégia de marketing de conteúdo para uma prática médica seria um post de blog de longo prazo sobre um determinado serviço ou procedimento que você realiza e que muitos pacientes na área estão pesquisando. Um erro comum que os médicos cometem é não criar uma área de blog para o seu site. Um blog é vital para uma estratégia de marketing médico bem-sucedida e pode gerar tráfego significativo para o seu site e aumentar sua prática.

A agência de marketing digiral pode desenvolver uma estratégia de marketing de conteúdo bem elaborada, estratégica e pensada para uma prática de saúde, elaborando um calendário editorial, pesquisa de palavras-chave SEO, pesquisa concorrente, adequada para seus pacientes, canais de distribuição para o conteúdo e muito mais. Uma agência de marketing de conteúdo também fornecerá uma série de produtos que ajudam a manter o site sempre atualizado e com autoridade perante os mecanismos de busca, em especial o Google.

– Acompanhe iniciativas de Marketing Médico

Entender os esforços de marketing médico mais eficazes para a sua prática médica requer o monitoramento dos relatórios de rastreamento e análise. O acompanhamento e a análise fornecerão um relatório completo sobre o andamento do marketing para sua prática. Com o acompanhamento e a análise, você pode direcionar e reinvestir nos esforços de marketing comprovadamente bem-sucedidos.

Estabeleça referências e metas para sua estratégia de marketing de assistência médica para que você possa avaliar facilmente o progresso e o retorno do investimento. Uma forte campanha de marketing médico estará em andamento e constantemente se ajustando ao que foi provado ser bem-sucedido para a prática.

– Invista em anúncios pagos (Google AdWords)

O espaço publicitário digital é altamente competitivo, mas essencial para impulsionar leads e gerar novos pacientes para procedimentos de alta receita. Publicidade digital tem várias plataformas, mas o mais popular é, o Google Adwords e publicidade no Facebook. Essas plataformas são os mais importantes quando se trata de publicidade digital para práticas médicas. Tanto o PPC (pay-per-click) quanto o Gerenciador de Anúncios do Facebook têm suas vantagens para segmentar pacientes em potencial.

O PPC permite segmentar palavras-chave específicas na pesquisa e apresentar anúncios para as pessoas em uma área geográfica específica se você superou os concorrentes.

O Gestor de Anúncios do Facebook permite-lhe criar públicos altamente específicos para apresentar anúncios baseados nos dados do anúncio do Facebook retirados dos seus perfis pessoais. Fatores como: idade, localização geográfica, emprego, interesses, lugares visitados, renda, etc. Portanto, você pode segmentar apenas as pessoas que melhor se encaixam em sua base de pacientes em potencial de um procedimento específico que você está promovendo.

Você não só pode usar a publicidade digital para gerar novos leads e conversões, mas também pode usá-la para aumentar seu alcance orgânico. A publicidade do Google AdWords e do Google AdWords é um grande impulsionador na conversão de novos pacientes, no aumento de procedimentos de alta receita e no aumento da receita geral de treinamento.

– Como usar as redes sociais para marketing médico

Pensar em marketing digital e não levar em conta as redes sociais é quase impossível. Boa parte do tempo em que as pessoas passam online é através das redes sociais. Estudos de 2015 revelam que os brasileiros passam, em média, três horas por dia nesses sites e esse número aumenta a cada ano.

Com esses dados é fácil encher os olhos para investir no marketing médico em redes sociais, mas existem algumas regras e leis que regem a atividade nessas plataformas. Confira algumas dicas para usar de forma eficiente e ética as principais redes sociais com marketing médico.

Facebook para Marketing Médico

O primeiro ponto é evitar usar perfis pessoais para trabalhar nessa rede social. O ideal é criar uma página, recurso mais adequado para negócios, já que não mistura vida pessoal e profissional.

O Facebook oferece ferramentas específicas para gerenciamento de páginas, o que permite uma melhor compreensão sobre os resultados e o público alcançado com suas publicações.

Twitter para Marketing Médico

O Twitter é a rede social mais dinâmica dentre as mais populares. Ela oferece a possibilidade de textos curtos e a disponibilidade do feed respeita mais a ordem das postagens.

Uma das regras básicas para sua utilização é manter o perfil sempre movimentado para que ele se torne relevante para seu público. O uso de imagens, vídeos e links com uma boa frequência diária é a melhor pedida para essa rede social.

Instagram para Marketing Médico

Uma das redes sociais que mais cresce em número de usuários, o Instagram é uma ferramenta muito importante para o marketing. A postagem de imagens e pequenos vídeos com um caráter mais leve e textos com informações densas, mas não longas nas legendas podem tornar um perfil bastante atrativo e indicado pelos usuários do Instagram.

Registre sua marca antes de tudo

O primeiro passo antes de se investir na divulgação de qualquer empresa, organização, produto ou serviço é se assegurar de ter a exclusividade sobre o uso de sua marca.

A marca sob a qual os serviços estão sendo promovidos deve ser registrada no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Industrial) para que não corra o risco de se perder o domínio do nome porque ele já existe e foi registrado por outra pessoa ou porque um terceiro registrou a marca, impedindo que você continue a usá-la.

Um dos critérios básicos do marketing é conseguir fortalecer a imagem e reputação da marca de uma empresa, organização, produto ou serviço. De nada adianta esse esforço se essa marca não estiver registrada, com todos os direitos de uso assegurados ao seu titular.

Somos uma empresa com mais de 60 anos de tradição no mercado de registro de marcas e patentes. Com grandes nomes no histórico de serviços, contamos com uma equipe qualificada e experiente para orientar e gerenciar os registros de marcas de clientes em todo o Brasil. O melhor custo benefício e maior agilidade no processo você encontra acessando nosso site!

Leave a comment