O que é Holding – Marcas e Patentes BH
Solicite um Orçamento: 0800 580 0363
OLa
h555 O que é Holding
IT

O que é Holding

O que é Holding

Quando falamos sobre os diferentes tipos de empresas existentes, é inevitável falar da holding de negócios, que embora não seja uma forma jurídica específica, é um modelo de gestão e uma estrutura de negócios que tem sido amplamente utilizada nos últimos anos.

Se você está pensando em criar sua própria empresa e tem dúvidas sobre o conceito de holding e qual pode ser a melhor opção para o seu negócio, continue lendo.

O que é holding?

Uma holding é uma organização econômica composta por diferentes empresas com uma função principal, garantindo o controle de diferentes fatores comerciais dentro do mesmo setor. Por causa disso, em muitos países da América Latina, o termo holding é popularmente conhecido como grupos empresariais. É importante não confundi-lo com o sistema de uma franquia com o qual ele tem grandes diferenças.

É uma palavra de origem inglesa, e o significado de holding refere-se ao anteriormente levantado: uma organização que controla cada uma das atividades de outras empresas através de algumas ações adquiridas.

Por que criar uma holding?

Converter qualquer negócio em uma holding autêntica é uma das opções mais exigidas por muitos profissionais.

O objetivo é evitar que as flutuações do mercado e as decisões negativas que uma pessoa ou um pequeno comitê possa tomar em relação à empresa acabem impactando negativamente.

No final, qualquer empresa está sujeita a constantes mudanças e transformações comerciais. Isso é inevitável. No entanto, cada decisão de seus parceiros modifica os resultados finais a ponto de comprometer seu futuro.

Neste ponto, é aí que entra em jogo o sistema holding, no qual, sem grandes investimentos, a organização e a estabilidade de uma empresa são permitidas através da empresa ou do sindicato de grupos empresariais.

Se você ainda tem dúvidas sobre isso, explicamos abaixo quais são as vantagens e desvantagens da exploração. No final, você deve ser quem decide o melhor para sua empresa, como um bom líder de negócios.

Vantagens

A holding possui diferentes vantagens sobre a gestão de uma empresa, implementando métodos e sistemas centralizados, evitando decisões arbitrárias e sem controle.

Permite otimizar a gestão das despesas originadas entre as empresas pertencentes ao grupo.

Melhoria dos índices de contabilidade e desempenho, proporcionando melhor imagem ao grupo empresarial contra uma competição desorganizada.

Diminuição do risco econômico das diferentes atividades comerciais realizadas. Com essa estratégia, as holdings ajudam as empresas a terem estabilidade em suas atividades sem abandonar seu principal objetivo por razões financeiras.

Se ocorrerem perdas, há uma compensação para os grupos atribuídos.

Desvantagens

No entanto, na criação de uma holding, nem todas são vantagens para o negócio que decide fazê-lo. Em muitos casos, há uma série de problemas relacionados com a associação desses grupos empresariais motivado em grande parte pela diferença de opiniões.

Pouca otimização de recursos

Ineficiência nos fluxos de informação

Má gestão do conhecimento

Rivalidade interna

Em alguns casos, perda de identidade corporativa

Dificuldades para implementar uma cultura organizacional comum

Limitações à participação de diferentes organizações

Perda de sinceridade ao atender determinados clientes

É claro que, para muitas empresas, cujos proprietários têm o sonho de transformar uma ideia em um paradigma de negócios, torna-se necessário ter uma holding que permite oportunidades de aumento de capital e de marketing.

Para determinar se uma holding é lucrativa ou não, você deve estudar muito bem cada uma das vantagens e desvantagens associadas a esse sistema.

Às vezes, enfrentando empresas familiares ou projetos pessoais que oferecem muito perto de seu acordo de clientes, uma exploração pode não ser a melhor decisão. No final, com qualquer grupo empresarial, não é possível transferir o tratamento afetivo típico das pequenas empresas.

Exemplos de holding

Atualmente, há uma variedade de exemplos de holdings que são bem conhecidos em toda a sociedade, embora não saibamos em profundidade o conceito. Como vimos, a participação é um grupo de empresas que operam agrupados dentro do mesmo sector, certificando-se de que você sabe alguns destes realização de negócios.

Um dos mais famosos Holdings é a Coca Cola Company, que inclui várias marcas de refrigerantes como Coca-Cola, Fanta, Aquarius, Nestea, Sprite e muitos mais. Todos esses produtos que encontramos no supermercado acabam oferecendo seus benefícios para a mesma holding.

Como último exemplo, encontramos concorrência direta anteriormente, Pepsi Co, empresa que também o famoso Pepsi refrigerante, reúne uma série de marcas conhecidas de refrigerante e lanches como 7UP, setor Kas, Matutano, Ruffles e Doritos Bitter.

Passos para criar uma holding

A constituição de uma holding não difere dos procedimentos necessários para registrar qualquer outro tipo de empresa, seja ela anônima ou limitada.

Assim, devemos ter em mente que antes de formalizar uma holding, seremos obrigados a passar pelo Registro Mercantil e pelo notário. Durante este processo, será necessário que cada um dos parceiros que compõem a nova entidade faça uma série de contribuições (pertencentes às empresas dependentes) que terão um valor como ação, representando um percentual da empresa.

Outro detalhe a ser destacado inclui a redação do estatuto social, que regulará as regras internas da empresa e a relação entre os diversos sócios. Alguns dos acordos que devem ser detalhados são os seguintes:

Métodos de controle e gestão da empresa.

Distribuição de dividendos nos parceiros.

Compra e venda de ações para aquisição de novos sócios.

Acordos e regulamentos relativos à gestão das ações.

Nesta fase, é importante que os parceiros que compõem a holding sejam precisos e expliquem detalhadamente em cada um dos seus estatutos os requisitos e métodos que serão incluídos na gestão da empresa.

O objetivo disto é evitar problemas futuros que possam surgir como resultado das tensões inerentes à manutenção de um negócio tão grande como a holding.

Quando tudo é descrito anteriormente, futuras mudanças de entrada e saída de parceiros supõem um impacto mínimo na hierarquia de negócios.

Leave a comment