Planilha de vendas- Como organizar o setor de vendas em uma empresa - Marcas e Patentes BH
(31) 3292-7257 (31) 3292-7257 (31) 9 8862 0363
OLa
h555 Planilha de vendas- Como organizar o setor de vendas em uma empresa
IT

Planilha de vendas- Como organizar o setor de vendas em uma empresa

A organização empresarial é parte importante do sucesso de uma corporação. Uma atividade que não seja bem coordenada e com uma visão eficiente de estratégias, funções e divisão de responsabilidades corre muitos riscos de ser mal executada e não atingir os objetivos almejados. No caso de um setor de vendas, uma planilha pode ser de bastante utilidade

Uma vez que o conceito de um produto tenha sido materializado, desenvolvido e finalmente transformado em um elemento real tangível para apresentação ao público, os próximos passos são marketing e vendas. Se você está lançando um novo produto, um material de marketing simples que você deve criar na hora é uma planilha de venda do produto.

Uma planilha de vendas do produto é uma planilha de página única usada em vendas para atrair a atenção para um novo produto. As planilhas de vendas são geralmente distribuídas pelo correio, dando-as a uma reunião ou enviando-as por e-mail a pessoas interessadas. O objetivo de enviar uma planilha de vendas de um produto é fazer com que a outra pessoa esteja interessada o suficiente para ligar para o fabricante para discutir os termos da compra ou disseminação do produto.

Uma planilha de vendas deve conter imagens coloridas do produto, de preferência de todos os ângulos. Inclui uma breve descrição do produto, bem como uma lista de especificações. Você também deve listar os recursos e benefícios mais atraentes do produto. Para as pessoas interessadas solicitarem o produto, a planilha de vendas também deve incluir o número de referência (SKU), o código universal do produto (UPC) ou número do item do produto.

Uma planilha de vendas do produto é útil quando você está preparando um pacote de mídia ou de imprensa. Também é uma adição útil para um plano de marketing de produto. Quando você vende um produto para varejistas e distribuidores, eles precisam conhecer esses detalhes importantes para decidir se devem tê-lo em suas lojas. Quando você está procurando por publicidade para o seu produto, você deve saber que a mídia precisa ver uma planilha de vendas para reportá-la com precisão.

Quando você faz uma planilha de vendas do produto, reserve um tempo para torná-la profissional, rápida e simples. Alguns vendedores cometem o erro de tentar encaixar muitos tipos diferentes de produtos em uma única planilha de vendas. O formato ideal é apresentar um único produto, com suas especificações completas listadas no verso. No entanto, se você tiver outros produtos para vender, coloque o produto em destaque em um lado da página e alguns dos outros listados na parte de trás. Imprima sua planilha de vendas colorida em um tipo de papel um pouco mais pesado do que o tipo encontrado em um catálogo impresso padrão.

 

Como organizar um setor de vendas

O setor de vendas e compras evoluiu muito nos últimos anos. A introdução de novas tecnologias, internet e redes sociais deixaram para trás o vendedor de porta em porta. Não é mais uma simples questão de venda, mas a organização do departamento comercial tornou-se primordial.

O objetivo de todo negócio é vender e gerar receita. Especialmente em tempos economicamente complicados como aqueles experimentados recentemente. Portanto, bons profissionais tornaram-se altamente exigidos e valorizados em todas as organizações. A seleção de perfis, a definição de objetivos e a estrutura apropriada do departamento de vendas podem significar sucesso nos negócios.

 

Entre as funções de um departamento de vendas estão:

– Definição de produtos: conhecer o que é vendido é essencial, além de saber quem é vendido. Assim, é necessário investigar mudanças nos gostos, interesses e preferências dos clientes para adequar as características dos produtos ao público-alvo.

– Estabelecer objetivos: os vendedores sabem o quanto são capazes de vender e, portanto, adaptarão as cotas de produção aos objetivos de vendas e compras. Isso também é usado como um elemento motivador para a equipe.

– Participar e monitorar a qualidade do produto: os comerciais são os membros da empresa que melhor conhecem os produtos e serviços oferecidos e, portanto, detectam qualquer alteração na qualidade e como isso afeta as vendas.

– Comunicação com o cliente: vender não é mais simplesmente convincente. O cliente atual é informado e requer valores agregados como bom atendimento, assessoria e comunicação com a marca através de diversos canais.

– Resolução de problemas: a venda requer um acompanhamento. O departamento comercial deve estar disposto a resolver dúvidas e problemas que o cliente tenha com o produto antes de sua aquisição.

Portanto, essas novas funções exigem novas habilidades. Todo bom comercial deve conhecer as técnicas de um comunicador eficaz. Saber ouvir, tanto para clientes como para colegas e superiores. Seja organizado, tanto no tempo quanto no espaço, e mantenha o portfólio do seu cliente atualizado. Ser persuasivo, isto é, saber vender de maneira atraente aos benefícios que o produto tem para quem o compra. Seja informado das tendências do mercado e das últimas novidades do setor. Seja empático, amigável e respeitoso com o cliente, sempre favorecendo um clima positivo e profissional.

Independentemente do tamanho da sua empresa e do volume de negócios, ter um departamento comercial é essencial para o bom funcionamento da empresa. Mesmo se você for autônomo ou freelancer, você pode incorporar características da organização comercial à sua atividade e comportamento.

Dicas para um gerenciamento eficiente

Dicas para um gerenciamento eficiente
Dicas para um gerenciamento eficiente

Todo departamento comercial deve vender obtendo o máximo benefício. Compre ao melhor preço e com a mais alta qualidade. Desenvolver estratégias de marketing e publicidade destinadas a atrair e fidelizar os clientes.

Defina as tarefas a serem executadas: os comerciais vendem, mas executam mais tarefas e atividades. Coleções, manutenção de clientes, relatórios, padrões de vendas, estabelecimento de contatos, etc. Defina sua equipe bem essas funções e como desenvolvê-las.

Descreva as competências: cada vendedor deve reunir uma série de habilidades e competências tangíveis: conhecimento do produto e do setor, técnicas de vendas, estratégias e ferramentas de marketing, etc. Mas, além disso, eles precisam reunir uma série de atitudes e habilidades pessoais e humanas que se ajustem à empresa.

Projeto da estrutura do departamento: a estrutura sempre dependerá do tipo de empresa, negócio e produto. Recomenda-se que seja o mais horizontal possível, mas respondendo sempre à Gerência Geral.

Distribuição por território: cada comercial será atribuído a uma área geográfica ou região. A desvantagem desta forma é que não é fácil distribuí-la equitativamente.

Distribuição por produto: cada comercial será responsável pela venda de um produto diferente. Isso é benéfico porque cada membro da equipe se especializará e será um especialista em um produto específico.

Distribuição por mercado: este modelo é especialmente útil para empresas que possuem vários canais de distribuição.

Política de remuneração: deve ser clara e transparente, igual e de acordo com a estratégia da empresa. Deve motivar e orientar o vendedor para atingir os objetivos. Incentivos e remunerações devem ser proporcionais ao desempenho e podem ser econômicos e / ou emocionais.

Número de membros da equipe: o volume do departamento dependerá da estrutura, do número de clientes em potencial, das possibilidades de vendas, dos contatos, dos produtos etc. Assegure-se de que todos os membros cumpram seu papel e que não haja ninguém dispensável ou essencial.

Seleção de pessoal: o processo de recrutamento deve ser minucioso, dependendo dos critérios que a empresa considerar apropriados. Lembre-se que um bom comercial não é definido exclusivamente por suas habilidades técnicas, mas também por habilidades emocionais.

Preparação e treinamento: use todo o tempo e recursos que considerar necessários para treinar adequadamente seus funcionários na política e filosofia da empresa, estratégias de marketing, características do produto, etc.

Monitoramento: o departamento comercial requer um monitoramento e controle detalhados, independentemente de os resultados serem positivos ou negativos. Com base nelas, as alterações e correções correspondentes serão implementadas.

Leave a comment