Investimentos de alto risco - Marcas e Patentes BH
0800 580 0363 (31) 3274-1718 (31) 9 8862 0363
Investimentos de alto risco

Investimentos de alto risco

Investimentos de alto risco – O mundo dos investimentos pode ser um dos caminhos para o sucesso financeiro. No entanto, para conseguir se sobressair e realmente ganhar dinheiro nesse ramo o indivíduo deve saber a hora de agir e arriscar e o momento de guardar o seu capital para outros investimentos.

No Brasil os investimentos de alto risco não são muito populares, tendo em vista que a compra de ações não é muito usual por aqui. No entanto, se a pessoa souber como, quando e quando investir, esse mundo pode se tornar uma verdadeira mina de ouro!

Por esse motivo, nesse artigo iremos falar mais sobre os investimentos de alto risco. Leia todo o artigo e descubra mais sobre esse e vários outros temas relacionados ao mundo do empreendedorismo e dos investimentos!

O que são os investimentos de alto risco?

Os investimentos de alto risco são basicamente aqueles em que não é possível prever o seu retorno. Em alguns países mais desenvolvidos esse tipo de atividade é ensina no ensino médio para os jovens, o que pode contribuir para aquecer – e muito – a economia do lugar.

No entanto, aqui no Brasil os investimentos não são tão populares assim. Uma pesquisa da SPC Brasil publicada no ano de 2016 mostrou que quase 70 por cento de todos os brasileiros em idade economicamente ativa preferem investir na caderneta de poupança do que em ações com mais risco. Ao mesmo tempo em que essa preferência assegura o capital, a porcentagem de ganho será bem menor do que em investimentos com um risco maior.

Como já falado anteriormente, os investimentos de alto risco são aqueles em que não é possível prever os resultados. Sendo assim, da mesma maneira que você pode perder 50 por cento do seu dinheiro, poderá, ao final de todo o processo, ganhar mais de 1000 por cento do que investiu.

Os investimentos podem se tornar de alto risco por vários motivos: volatilidade extrema da ação, possibilidade de falência da empresa, aumento de juros inerentes ao governo, como inflação, impostos, dentre outros.

Vale lembrar também que, apesar de muitas pessoas defenderem essa posição, nenhum investimento, nem mesmo a poupança, possui risco zero. Para entender melhor essa afirmação, um risco é medido a possibilidade de você não receber todo o seu dinheiro de volta.

Sendo assim, apesar das chances serem remotas, colocar o seu capital em uma poupança pode também trazer riscos. A falência da instituição financeira, por exemplo, pode ser um caso em que a poupança apresente riscos para o seu dinheiro.

Desvantagens do investimento de alto risco

Você já deve imaginar quais são as desvantagens de colocar o seu capital em um investimento de alto risco. Basicamente, você não sabe se terá o seu dinheiro de volta, tendo em vista que as variações são muitas nesse tipo de papel. No mercado de ações, existem dois tipos de investimentos de alto risco: os blue chips e os micos.

No caso dos blue chips, esses se tratam de ações de empresas enormes, multinacionais com força no mercado. Um exemplo dessas multinacionais é a Petrobras. Ações de empresas desse porte possuem grande liquidez, podendo ser compradas e vendidas em questão de minutos – e com preços diferentes.

O risco está contido na volatilidade do mercado. A qualquer momento as ações podem descer, mas podem subir bastante em pouco tempo.

Já no caso dos micos, a situação é um pouco diferente. São ações de empresas que estão a beira da falência ou passando por recuperação judicial. Por esse motivo, cada ação mico vale centavos. O problema dessas ações é que você pode perder todo o seu dinheiro a qualquer momento, com entraves na justiça ou com a real falência da empresa.

Vantagens de investimentos de alto risco

Não é difícil também imaginar quais são as vantagens de um investimento de alto risco. Acontece que, ao mesmo tempo em que você pode perder todo o capital investido em questão de segundos, as ações podem variar muito de forma positiva e você pode ficar milionário da noite para o dia.

Vamos dar um exemplo: Uma empresa a beira da falência tem suas ações em 10 centavos. Um investidor compra R$ 1.000,00 em ações dessa empresa. Em um belo dia essa empresa consegue reerguer das cinzas, lançando um produto inovador para o mercado. Esse produto faz sucesso e se torna uma febre em todo o país.

As ações, que foram compradas pelo investidor por 10 centavos, passam a valor R$ 500,00. Esse investidor, que havia colocado mil reais na empresa, saiu com 500 mil na conta!

Como trabalhar com investimentos de alto risco?

Como trabalhar com investimentos de alto risco?
Como trabalhar com investimentos de alto risco?

Antes de qualquer coisa, é importante ressaltar que, para aquelas pessoas que ainda não conhecem sobre essa área e nunca estudaram o assunto, todos os investimentos, até aqueles menos voláteis, podem ser de alto risco. Sendo assim, se você está interessado em começar a investir o seu capital, estude as empresas e todo esse ramo, de forma a não cometer erros irreversíveis.

Os investimentos de alto risco devem ser tratados com muita atenção. Mesmo uma pessoa experiente pode ir à falência em menos de uma semana se não souber gerenciar esse tipo de ação.

O mais indicado é que o capital usado para investir nessas ações seja excedente. Isso significa que você não pode contar com aquele dinheiro no futuro. Sendo assim, caso você ganhe será uma surpresa, mas caso você perca não terá ido à falência.

Outra dica é não se concentrar em apenas um investimento de alto risco, mesmo que o capital seja excedente. Pegue o seu dinheiro e divida em alguns investimentos de alto risco, remanejando o capital de acordo com o que o mercado te oferecer ao longo dos dias. Isso é importante, tendo em vista que a probabilidade para que esse tipo de investimento venha a vingar não é grande, e assim você pode aumentar as suas chances de sucesso!

Alguns investimentos de alto risco

Se você se interessou por esse assunto e quer colocar o seu capital em investimentos de alto risco, aqui vão alguns exemplos para você:

– Empresas novatas:

Investir em empresas que acabaram de chegar no mercado pode ser um tiro no escuro. Ao mesmo tempo em que o negócio pode dar certo e te render centenas de milhares de reais, pode falir em um ano e você perder todo o seu investimento.

– Investidor-anjo em startups:

As startups são empresas novas com um tipo de operação totalmente diferente. Além disso as startups geralmente contém uma ideia inovadora, que pode ou não agradar o público em geral. Esse tipo de negócio depende do investimento de outras pessoas que acreditam naquele produto, os quais são chamados de investidores-anjos.

Caso a ideia vingue, você será agraciado. Caso empaque e não saia do lugar, você terá perdido o dinheiro.

– Investir em câmbio:

Mesmo se você não entende de investimentos, provavelmente já ouviu várias vezes no jornal: “hoje o dólar valorizou x por cento”. Se você quer investir no câmbio, tem de saber que o valor irá variar todos os dias. Há meses atrás, o dólar estava custando dois reais e cinquenta centavos. Hoje já está perto de quatro reais!

– Ações mico:

As ações mico já foram faladas no exemplo acima. Apostar o seu capital em empresas a beira da falência ou que estão movendo ações judiciais.

Leave a comment